search
top

Nova edição de “A Espada na Pedra: O Único e Eterno Rei”

Foi anunciado pela editora Lafonte o lançamento de uma nova edição do livro “A Espada na Pedra“  com o selo Hamelin, o primeiro livro da série “O Único e Eterno Rei “ que conta a saga do Rei Arthur . Escrito pelo grande autor de literatura fantástica, o britânico T. H. White que publicou o primeiro livro originalmente em 1938 .

“A Espada na Pedra” é o primeiro livro dos cinco volumes da série sendo a versão definitiva da lenda arturiana, conta a história da educação do jovem Arthur pelo seu tutor sir Ector até tomar grandes decisões como torna-se um rei. Com Aventura ,humor e um tom sombrio leva o leitor a enfrentar junto com Arthur a escolha de seu destino.

R.Arthur

A Espada na Pedra

T.H. White

Seria inconcebível o sucesso extraordinário de histórias como O Senhor dos anéis e Harry Potter sem que, antes delas, existisse a seminal e insuperável obra de T.H. White, O único e eterno rei, da qual A espada na pedra é o primeiro dos cinco volumes. Esta versão definitiva da lenda arturiana, lida e amada por todas as gerações e fonte generosa de inúmeras outras obras no cinema, no teatro e na literatura, é uma influência cultural decisiva do nosso tempo. Este primeiro volume apresenta a educação do jovem Arthur, aqui apelidado Wart, sob o teto de seu tutor, sir Ector, e introduz a figura de seu grande guia da vida inteira, o mago Merlin. Dos cinco volumes que compõem a saga, este é o de maior apelo entre jovens. Ao inaugurar a história, A espada na pedra toca na mais explícita manifestação da permanência da vida humana, a predestinação, que é a garantia da justiça, patrocinada por um poder maior, a divindade. Só esse aspecto já serve para definir O único e eterno rei como um monumento à transcendência enredando os leitores numa teia feita de aventura, agilidade, humor, assombro. O rito de passagem enfrentado pelo jovem que o destino escolhe para ser o rei é a metáfora da luta para merecer a eternidade: aprender os segredos é aprender a ser digno da escolha; e o aprendizado se faz dentro dos princípios da ética e da estratégia.

Informações Adicionais

Edição: 1
Editora: Hamelin
Ano: 2013
Páginas: 25

Links
Skoob
Submarino

                                Ficha técnica da série

A Rainha do ar.A Rainha do ar e das Sombras

T.H.White

Desta vez, a história começa entre as brumas e os rochedos esculpidos pelo mar do reino de Morgause, a bela e fútil irmã de Morgana Le Fay. Morgause é mãe de quatro meninos criados ao léu, sem noção do certo e do errado, e cujo centro do mundo é ela, a longínqua e incompreensível mãe. Para agrada-la, tentam de tudo até o inimaginável: a caça da própria encarnação encantada da beleza, um unicórnio. Ao lado desses quatro selvagenzinhos, ficamos conhecendo as belezas da lendária terra da Rainha do Norte e seus personagens fascinantes, difíceis de esquecer, como São Toirdealbach, o santo que tem a cabeça cheia de heresias e não consegue entender porque lhe deu na veneta querer ser santo; e Sir Palomides, o cavaleiro sarraceno quem nossa já conhecida Besta Gemente, agora devidamente psicanalisada, abandona o Rei Pellinore. Mas Pellinore não se importa: está encantadoramente apaixonado por uma princesa gordinha e sorridente, e finalmente em paz. Enquanto isso Arthur está em guerra. E Merlin nos explica porque todas as guerras são injustas exceto uma, e nos faz descobrir qual é a única razão que justifica um reino se erguer contra um outro. Ao lado do Rei Arthur, participamos dos combates, aprendemos estratégias justas, e ficamos sabendo como e porque a Távola Redonda foi criada. Mas há um problema grave: com tantas idas e voltas no tempo, Merlin anda esquecido. Sabe que deveria dar a Arthur uma informação de crucial importância, mas não se lembra o que é.

Informações Adicionais

Edição: 1
Editora: W11 Editores
Ano: 2004
Páginas: 171
Tradutor: Maria José Silveira

Links
Skoob
Submarino

O cavaleiro

O Cavaleiro Imperfeito

 T.H.White

O cavaleiro imperfeito é o terceiro livro da série único e eterno rei – a versão definitiva do épico que narra a lenda do inesquecível Rei Arthur, escrita por T. H. White e apresentada nesta coleção de cinco volumes. Esta terceira parte da saga, seqüência de A Rainha do ar e das sombras, conta a história de vida do segundo grande protagonista da lenda, Lancelot, admirador fervoroso do Rei Arthur e que aspira tornar-se um dos cavaleiros da Távola Redonda. Lancelot é descrito por White como um homem inacreditavelmente feio, porém competente no manejo das armas. Apesar da feitura do jovem cavaleiro ? e provavelmente por causa de suas outras qualidades ? a mulher de Arthur, a temperamental rainha Guinevere, apaixona-se por ele, dando início ao triângulo amoroso que permeia a história. A paixão logo leva Lancelot a atormentar-se por um devastador conflito interior. Envergonhado pelo que ele considera um pecado, busca se redimir, prometendo se tornar o melhor cavaleiro do mundo. É nesse contexto que começa a busca pelo Santo Graal, na qual Arthur empenha todo seu exército de cavaleiros. Aqui o leitor também volta a encontrar o mago Merlin, tutor e amigo de Arthur. O cavaleiro imperfeito dá continuidade à brilhante saga do Rei Arthur e seus cavaleiros da Távola Redonda, uma aventura que combina antigas lendas e questões éticas que permanecem atuais. T. H. White mostra como as forças da luz e das trevas interferem no cotidiano de uma sociedade onde o mágico pode ser fator real.

Informações Adicionais
Edição: 1
Editora: W11 Editores
Ano: 2004
Páginas: 335
Tradutor: Maria José Silveira

Links
Skoob
Submarino

A chama

A Chama ao Vento

T.H.White

Este quarto volume, continuação de O cavaleiro imperfeito, traz a vingança de Morgause e seus filhos – Mordred, especialmente – contra Arthur, Lancelot e Guenevere. O rei estabelece um sistema de justiça através da Inglaterra e Mordred o usa contra o próprio Arthur ao descobrir a traição de Guenevere ao flagrá-la com Lancelot. Nessa guerra desesperada de pai contra filho são apresentadas as idéias de Bem e Mal segundo a moral arturiana. Um livro delicioso, cheio de humor e magia, que nos leva por situações de tirar o fôlego. E que, felizmente, não terminou. Ao fechar A chama ao vento, já sabemos que nosso prazer e a história continuarão para nossa felicidade como leitores, a magnífica saga do Rei Arthur prosseguirá em O livro de Merlin, quinto volume da saga O único e eterno rei.

Informações Adicionais
Edição: 1
Editora: W11 Editores
Ano: 2005
Páginas: 201
Tradutor: Maria José Silveira

Links
Skoob
Submarino

O livro de Merlin

O Livro de Merlin

T.H.White

Este quinto livro da coleção começa onde o livro quatro original – A chama ao vento – termina. Arthur ainda está sentado sozinho em sua tenda em Salisbury, esperando sua última batalha na insolvência final de suas esperanças, e chorando as lágrimas lentas da velhice. Quando Merlin entra para reatar o antigo relacionamento de mestre-aluno entre os dois e vê a extensão do tormento de Arthur, não tem certeza se pode fazer isso a essa hora tardia. Sua segurança de que a lenda perpetuará Arthur e a Távola Redonda, muito depois que a história deixá-los, cai em ouvidos pouco atentos. Ele invoca o relacionamento antigo deles. O aluno supera o mestre e o descarta com um Le roy s´advisera. Em nenhum outro lugar dos quatro volumes anteriores White fez Arthur tão rei quanto nesse seu retrato como derrotado. O esquema de O livro de Merlin é levar Arthur ao subsolo, onde as animais de A espada na pedra estão esperando para conversar com ele, e onde Merlin vai submetê-lo ao conteúdo das anotações de White, a fim de que descubra o que pode ser aprendido com os animais sobre a abolição da guerra. Nas palavras do autor: “Acho que posso realmente fazer um comentário sobre todos esses ismos fúteis (comunismo, fascismo, conservacionismo etc.), dando um passo para trás ? direto para o mundo real, no qual o homem é apenas um dos outros inumeráveis animais. Portanto, para fazer minha ´moral´ compreensível (mas não vou declarar isso), terei a oportunidade maravilhosa de dar o giro completo à roda, e terminar com os animais onde comecei. Isto tornará meu épico terminado, uma fruta perfeita, ´redonda e madura e acabada´”. Este livro, além e uma obra-prima literária, é um poderoso apelo contra as guerras.

Informações Adicionais
Edição: 1
Editora: W11 Editores
Ano: 2005
Páginas: 203
Tradutor: Maria José Silveira

Links
Skoob
Submarino

 

Comentários

  1. Antonio disse:

    por acaso alguém sabe onde posso conseguir o “A Chama ao Vento”? por algum motivo é impossivel compra-lo….

Deixe um comentário

top