search
top

[Resenha] Uma sereia, uma princesa e um homem: qual delas terá seu final feliz?

Nota do resenhista: Após uma forte tempestade, a princesa está observando o mar quando nota um brilho estranho na água. O choque ao perceber que se trata de uma bela sereia não supera a surpresa ao ver que ela carrega um homem desacordado. A visão da sereia não sai da sua cabeça por dias, assim como os olhos do belo homem salvo. Elas se encontram novamente e assim inicia uma amizade que, sem nenhuma delas saber, já corre perigo: as duas amam o mesmo homem.




   Tempo: Para ler de um tiro só no fim de semana.

   Finalidade: Para se emocionar.

   Restrição: Para quem não gosta de perder tempo com coisas moderninhas.

   Princípios ativos: Sereias, Conto de fadas, Romance, Príncipe, Triangulo amoroso.


Mermaid: uma reviravolta no conto original, de Carolyn Turgeon.

O dia estava sombrio e nublado quando a princesa viu as duas pessoas que iriam mudar sua vida para sempre. A primeira, uma criatura belíssima, com uma cauda de peixe esverdeada brilhante como prata ao luar. A segunda, um homem fraco e cansado, praticamente morto. Ela continua olhando, achando que aquela visão é fruto de sua imaginação, repleta das conversas sobre mitologia e folclore de seu tutor. Margrethe sente em sua mente um chamado para que vá ajudar o homem desacordado na praia. E ela vai. Mais tarde, no convento onde está escondida por segurança, descobre quem é na verdade o homem que ela e a sereia salvaram. E fica com ele na cabeça, assim como Liane, a sereia. Então, seu pai, o rei Erik aparece para levá-la do convento e se prepara para a guerra, utilizando como pretexto que o náufrago, na verdade príncipe Christopher do reino do Sul, tentou matar sua filha, princesa do reino do Norte. Margrethe bola um plano para por um fim a guerra aos reinos e o põe em prática, sem saber que Liane, agora uma humana, está com o príncipe. E agora? Qual das duas terá seu final feliz?

Não foi a primeira vez que eu li uma nova releitura ou adaptação de um conto de fadas. Confissões de uma irmã de Cinderela (Gregory Maguire) foi uma leitura difícil, A Fera (Alex Flinn) foi uma leitura ótima. Agora esse, que mostra uma nova visão do conto da Pequena Sereia é excelente. Amei a leitura. Desde o início, desde o resgate do príncipe. Principalmente quem conhece o conto original, não a versão açucarada da Disney, consegue identificar os pontos em que esta história difere do original. O final me surpreendeu, um pouco. Super recomendo.

Resenhado por Natallie Alcantara.

*Título original: Mermaid: a twist on the classic tale.
336 páginas, Editora Moderna, publicado em 2012.

Comentários

  1. Pedro Martins disse:

    Não conheço direito os contos originais, mas a obra parece ser fascinante!

  2. esse livro é um coco de vaca e de cuzão igual a pessoA QUE ESCREVEYU

Deixe um comentário

top