search
top

[Resenha] O que a vida espera da gente é um pouco de coragem…

Nota do resenhistaDepois de uma vida muito sofrida com decepções vindas de todos os lados, Madora Welles acredita que algumas garotas têm sorte, mas ela não. Depois de uma revira volta em sua vida ela sente que precisa se libertar, tanto das pessoas que a cercam, quanto dela mesma.



   Tempo: Para ler e dois dias no máximo.

   Finalidade: Mostrar uma realidade que muitas vezes não enxergamos.

   Restrição: Para quem não gosta de romances trágicos.

   Princípios ativos:  Drama, Romance, Aventura, Tragédias, Suspense.


Adeus à inocência, de Drusilla Campbell.

Madora Welles tinha apenas 12 anos quando seu pai morreu de uma forma bem desagradável, após isso, sua mãe se trancou em seu próprio mundo e esqueceu que tinha uma filha. Sua vida mudou de uma forma radical, até ela conhecer Willis aos 17 anos, um sociopata, que depois do que aconteceu a sua irmã, queria salvar todas as adolescentes perdidas, que viviam no mundo das drogas, porém de um jeito muito estranho. Ela o viu pela primeira vez numa festa, e ele praticamente a salvou. Aparentemente Willis foi o anjo que a resgatou, apesar de algumas objeções de sua mãe, ela se entregou a Willis de corpo e alma, transformando-o na pessoa mais importante da sua vida.

Madora viveu 5 anos com Willis numa casinha no meio do nada, tinha esperança de se casar e ter filhos, no entanto ela descobriu que as coisas não iriam ser bem assim. Ele a deixava sozinha o dia todo e suas únicas companhias era um cachorro pitbul que ela havia salvado chamado Foo, um coelho, e um coiote. Ela perdeu o contato com sua mãe, não tinha mais amigos, seu namorado não a deixava sair de casa sozinha, tinha uma vida solitária, mas nada importava se ela estava com Willis e ele a amava. Um dia Willis levou uma jovem de 16 anos, grávida para sua casa, alegando que estava salvando-a, assim como a salvou, fazendo Madora submeter-se aos caprichos da menina. Nesta mesma época Madora conheceu Django, um menino de 12 anos que apareceu misteriosamente nos arredores de sua casa e tornou-se a única companhia enquanto Willis estava fora. Django acabara de perder seus pais em um acidente de carro, seu pai era um famoso guitarrista que tinha lhe deixado uma grande fortuna, no entanto ela tinha que morar com sua tia, pois seus pais a haviam nomeado tutora.

Assim eles começam uma amizade, Django a faz enxergar o quão vazia é sua vida, e ver o monstro que Willis é, Madora começa a vê-lo com outros olhos. Ela planeja abandoná-lo, mas descobrirá que não vai ser tão fácil se livrar do sociopata que até então ela jurava ser o homem mais perfeito do mundo.

Adeus à inocência é uma história fascinante, com romance, suspense, e um pouco de aventura. Drusilla Campbell, narra uma história que te prende do começo ao fim, mostrando partes de uma realidade, com uma pitada de ficção. Com personagens intrigantes, que perderam sua inocência, de formas tão diferentes, Madora, Willis e Django, são apenas vítimas das circunstâncias, que endureceram e os amadureceram para a vida, e tão cedo, deixando “crescer uma pele que não sangrava tão facilmente como outrora”.

Resenhado por [Luana Laise]

270 páginas, Editora Novo conceito, publicado 2013.
*Título Original: Little Girl Gone.
Tradução: Robson Falcheti Peixoto.

Deixe um comentário

top