search
top

História antiga, fantasia e mitologia egípcia

Com um inesgotável talento para narrativa infanto-juvenil de rítmo eletrizante, senso de humor imbatível e raízes mitológicas… Não é difícil adivinhar de quem estou falando: Rick Riordan, autor da super bem sucedida série Percy Jackson & os Olimpianos que, fazendo máximo aproveitamento das características que o consagraram no palco da ficção infantil, voltou à tona com uma trilogia embasada na mitologia egípcia tão boa quanto a saga que marcou sua estre

ia no gênero.

Para comemorar o Dia Nacional do Livro Infantil, o Clube do Livro Potterish convida você a conhecer As Crônicas dos Kane e embarcar nesta fantástica aventura!

Leia a resenha de Natallie Alcantara sobre o primeiro livro, A Pirâmide Vermelha, e nos diga se gostaria de ser um mago da Casa da Vida nos comentários! Ah, e não deixe de voltar nas próximas semanas para saber mais à respeito da incrível jornada dos irmãos Carter e Sadie Kane!

“A Pirâmide Vermelha”, de Rick Riordan

Tempo: para ler de um tiro só no fim de semana.
Finalidade: para rir.
Restrição: para quem não gosta de perder tempo com coisas moderninhas.
Princípios ativos: Egito, Deuses e Deusas, Aventura, Faraós, Magia.

O que você faria se descobrisse que sua família descende de magos ligados aos antigos faraós e que os antigos deuses egípcios estão vivos? Carter e Sadie Kane acabam descobrindo muito sobre a história de sua família enquanto tentam resgatar seu pai das garras do maligno deus Seth. E embarcam em uma aventura por paisagens tão míticas e antigas quanto as próprias criaturas que devem combater.

Carter Kane e seu pai Julius estão em Londres para a costumeira visita a irmã de Carter, Sadie, que vive com os avós maternos desde a morte da mãe deles. Julius Kane é um arqueólogo e egiptólogo conhecido no mundo todo. Nesta noite, uma véspera de Natal, Julius resolve levar os filhos para o British Museum, onde ele afirma para os filhos que irá “consertar” as coisas. No entanto, tudo dá errado, pois Dr. Kane acaba libertando os principais deuses do panteão egípcio: Set, Osíris, Hórus, Néftis e Ísis. O maligno deus Set aprisiona Julius em um caixão e o enterra, jurando perseguir seus filhos. A confusão está armada, Carter e Sadie não entendem nada e acabam sendo levados por um homem chamado Amós para uma casa no Brooklyn, Estados Unidos. Só que nem tudo parece seguro: sua nova casa é atacada e eles precisam fugir para salvar suas vidas. A partir daí, os irmãos Kane embarcam em uma aventura louca e cheia de imprevistos para salvar seu pai, e no caminho descobrem a verdadeira história de sua família, qual seu vínculo com um grupo secreto de magos poderosos que existe desde o tempo dos faraós, e qual a real fonte de seus poderes.

Eu simplesmente amei este livro. Desde que assisti a desastrosa adaptação de Percy Jackson para o cinema, fiquei com um pé atrás com Rick Riordan (como se a culpa do filme ruim fosse do autor…), então estava muito na dúvida com essa nova série. Não me arrependi. O livro, narrada em primeira pessoa (alternando entre os irmãos) é repleto de informações históricas e curiosas sobre o Egito Antigo, principalmente sobre sua mitologia. Conhecemos um pouco da história de Osíris, Ísis e Hórus, da eterna disputa pelo poder entre Set e Osíris e do papel que cada um dos mais importantes deuses egípcios desempenhava. Um dos pontos altos é a maneira como Riordan explorou as variações de um mesmo mito. Por exemplo, uma das variações: quando Osíris é aprisionado pelo irmão Set, seu caixão é quebrado e o pedaço espalhado por vários cantos do Egito. Ísis foge, reúne os pedaços e revive Osíris tempo suficiente para que ela engravide de Hórus, o qual mais tarde derrota Set e assume o trono. Existe outra variação em que Hórus é irmão de Osíris e Ísis, ao invés de filho. Os três, junto a Set e Néftis, são filhos de Geb e Nut. Riordan expõe cada variação de uma forma que o leitor não se confunde. Ele também menciona objetos famosos, como a Pedra de Roseta, e explica sua história. Este livro reúne todos os elementos de uma deliciosa aventura infantojuvenil: aventura, diversão e educação.

Resenhado por Natallie Alcântara

 

445 páginas, Editora Intrínseca, publicado em 2010.

Título original: “The Red Pyramid”.

Onde Comprar

top