search
top

À Noite o Céu é Perfeito

Nota do resenhista: [rating=5]

Deixar a adolescência a assumir responsabilidades nunca é fácil, mas há um preço a se pagar por crescer sem amadurecer… É possível viver um grande amor aos 16 anos? E o que é mais difícil, guardar um grande segredo ou encarar a dura realidade?

 

Soul Love –  À Noite o Céu é Perfeito , de Lynda Waterhouse

Tempo: para ler de um tiro só no final de semana.
Finalidade: para abrir a mente e para se apaixonar;
Restrição: para quem não gosta de romance ou não suporta drama.
Princípios ativos: musica, amor, família, amadurecimento, preconceitos, constelações.

 

SOUL_LOVE__1230833662PEu li esse livro muito anos atrás e me marcou para sempre. É difícil resenhá-lo sem dar spoilers, então eu tenho que dizer que a sinopse não faz jus a ele, mas também não posso dizer muito mais do que isso sem entregar o ouro.

Para começar o cenário da história já é apaixonante, um chalé em uma pequena cidade no interior da Inglaterra, chamada Little Netherby, com um aconchegante sebo onde Jenna trabalha com a tia, com um casarão histórico onde ocorre um famoso festival de música nos gramados. Um conjunto perfeito para me fazer babar e morrer de vontade de entrar dentro do livro.

Jenna vai passar as férias lá como punição por ter sido expulsa da escola onde estudava. Uma história que desde o início percebemos que está muito mal contada e que os detalhes estão sendo escondidos com afinco.

Mesmo revoltada com a idéia de início, ao chegar lá ela percebe que pode ser um ótimo lugar para descansar, principalmente depois que conhece Charlie, Freddie, Cléo e principalmente, Gabriel (Gabe), e quando eles descobrem seus talentos musicais ela logo vira a vocalista da banda anti-folk deles.

Um estilo de música que tenta ir contra o movimento que tornou a música um produto, onde só interessa quanto dinheiro ela pode gerar, aqui o que importa é a música em si e o prazer de se tocar.

Jenna e Gabe se tornam íntimos rapidamente e se encontram a noite para olhar as estrelas e passear pela cidade. Porém, quando estão ensaiando com a banda ou em qualquer outro momento em que Cléo esteja por perto, ele age diferente. Na verdade, ela começa a reparar como é difícil encontrá-lo pelas ruas durante o dia. Ela percebe como ele é um garoto extremamente reservado e parece ter uma maturidade que vai muito além de sua idade e, além disso, ele e Cléo parecem ter uma conexão muito estranha. E de fato, ela quer Jenna bem longe. Já que não pode nem suportar a idéia de que alguém de fora possa descobrir o grande segredo de Gabe.

O livro tem pouco mais de duzentas páginas e pode facilmente ser lido de uma única vez, tem um ritmo gostoso, a história vai fluindo devagar e nos tocando aos poucos, como em uma cidade do interior, onde as horas parecem demorar mais a passar, mas onde tudo ocorre com mais intensidade.
Jenna vai aprender a apreciar a beleza de um céu estrelado, a nomear todas as constelações, aprender o que realmente significa amar e amadurecer.

Não sei se consegui passar toda a beleza desse livro, eu sou apaixonada por essa história e pelo Gabe, e por tudo que ele representa.

Para quem procura uma história alegre e com um clássico final feliz, talvez não deva escolhê-lo como leitura, mas para quem é fã de histórias emocionantes, para quem sabe o valor de se deitar na grama agarradinha com quem se ama em uma noite quente de verão, quem gosta de suspirar e chorar enquanto lê, quem quer rever seus conceitos e se acha livre de preconceitos, este sim, deveria pegar esse livro agora mesmo e não irá se arrepender.

Resenhado por Mariana Arantes

 

 

 

 

top