search
top

[Resenha] As aparências são apenas isso: aparências…

Nota do resenhista:  As decepções amorosas são impressionantes. Machucam, magoam. Mas as descobertas amorosas compensam o sentido da vida.

Mas o que acontece se você está tão imerso em seu próprio mundo que é incapaz de saber o que é ou não real. Incapaz de separar as decepções das descobertas?



   Tempo: 2 dias.

   Finalidade:  Rir, se surpreender e passar dias refletindo.

   Restrição: Nenhuma!!!

   Princípios ativos:  Romance, Drama, Vida e mais vida.


Garota Replay, de Tammy Luciano

Olá pessoas!

Eu costumo frequentar um evento no Rio Sul chamado Clube do Livro Saraiva e no último encontro de 2013, o tema eram os livros mais importantes para nós (ouvintes do evento mensal) durante o ano.

Muitos falaram de livros fantásticos, a maioria falou dos livros no topo das paradas literárias. Eu não pretendia falar nada, mas quando vi estava falando de um livro de certa maneira especial pra mim. Certamente não foi o melhor que li em 2013 ou o que mais me impressionou. Mas certamente foi o que mais me surpreendeu positivamente. E enquanto eu falava do livro não percebi que o público simplesmente foi se calando e ficando fascinado pela história.

Estou me referindo à Garota Replay escrito pela atriz e autora Tammy Luciano e publicado pelo selo Novo Conceito Jovem da editora Novo conceito.

“ Como alguém igual a mim podia me olhar com olhar de superioridade? Enquanto eu pensava absurdos, sentia falta de ar e me transformava em um horrendo ponto de interrogação humano, ela disse:
– Você é uma idiota!”

Pois é! Difícil decidir se é pra rir ou pra chorar.

Thizi, aos 20 anos, filha de pais ricos que passam mais tempo viajando pelo mundo do que convivendo com a filha, é acordada certa manha por sua melhor amiga em desespero. O namorado de Thizi foi pego no flagra em uma boate com outra menina por seu melhor amigo Tito, que tirou uma foto da cena para provar o que todos já sabiam. Tadeu – o namorado – e Tito brigam feio e Tadeu sai da boate tão consternado que bateu em um muro e esta em estado grave no hospital.

Trágico, exagerado, irreal. Assim a personagem se sente diante de ter se tornado assunto de conhecidos e desconhecidos em suas redes sociais. Numa tentativa de se desviar das humilhações que Tadeu lhe deixou como prêmio enquanto se recupera no hospital, Thizi decide ir em uma boate e lá se depara com uma sósia dela na pista de dança. Só que aquela estranha garota, com mais classe, mais segurança e de alguma maneira até mais bonita não é uma sósia qualquer. A garota é rigorosamente igual à Thizi até na voz e na maneira de andar.

Sempre pensei que esse livro fosse chik-lit. Não é! Na bienal do Rio no stand da Novo Conceito tive oportunidade de entrevistar a autora e ela me garantiu que esse não era um livro alegre. E isso não fez sentido pra mim, pois passei mais da metade do livro em gargalhadas.

O humor suave e realista que Tammy coloca em seu livro é uma marca forte, torna tudo leve, tudo agradável. Li o livro como quem assiste sessão da tarde. Até então era só isso pra mim: Sessão da tarde. Agua com açúcar. Ledo engano!

O fato é que a história da personagem se desenrola entre o ex-namorado – que ao sair do hospital quer voltar a ser atual –, o amigo por quem ela sempre teve grande carinho e a estranha sósia que aparece cada vez mais na história. Aparece na praia, e até no hall do seu prédio. Ofende Thizi e lhe dá conselhos. Tudo muito surreal. Muito fantasioso. Por vezes com humor quase negro.

E se nada é o que parece? E se não existe ficção na ficção narrada? E se os mocinhos e os bandidos se misturarem em proporções iguais e forem apenas humanos? O twist final é surpreendente, e muda completamente todo o teor da trama narrada. Mesmo a narrativa em primeira pessoa passa a ter um sentido diferente pra história. Eu falei agua com açúcar? Isso é vinho rascante! (se me permitem a simbologia da transmutação).

Na verdade, o livro trata de um assunto muito sério. Sério demais para ser tratado em um livro. Mas a autora sabe a dose certa para criar o enredo, envolver o leitor, e só no momento certo arrancar nosso coração pela boca com o susto e o impacto certos. Leva-nos a refletir nossa própria vida. Não como leitores, mas como humanos. Como pessoas.

É um livro fantástico e embora muitos tenham preconceito, é um livro que recomendo para todos, sem restrição. A única ressalva que tenho a fazer é direcionada à editora: Por favor, Novo Conceito, mudem essa capa!! Ela não faz jus à história, não reflete o conteúdo do livro e não atrai como deveria. Pois certamente esse livro não tem nada de infantil ou bobo. É uma lição de vida que usa a inocência da aparência fútil para amenizar a seriedade dos eventos ocultos na verdadeira trama.

À autora, meu agradecimento especial: Obrigado!

Aos leitores, ótima leitura!!

Resenhado por Leandro Borges

144 páginas, Editora Novo Conceito, publicado em ano 2012.

Comentários

  1. Thayná disse:

    O livro só despertou minha curiosidade por causa dessa resenha. Vou incluir na minha pequena listinha de livros para ler.

  2. juliano cesar de oliveria disse:

    Oi adorei.. muito obrigado, depois de ter lido sua resenha…me interessei pelo livro….mas vc já leu o livro reverso … se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo.
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

  3. Lenna Vieira disse:

    Eu tenho este livro, não li ele ainda, mas parece bom, fiquei interessada.

Deixe um comentário

top