search
top

[Resenha] “Beijinhos, A”

Nota do resenhista: O terceiro livro da serie volta com muito mais mistérios e a “A” não para de causar mais e mais problemas para as nossas queridas meninas. Sara Shepard volta com Perfeitas para acabar com alguns segredos e criar outros.




   Tempo: Para ler de um tiro só no fim de semana.

   Finalidade: Para aprender a tomar cuidado com segredos.

   Restrição: Para quem não gosta de mmistérios e dramas adolescentes.

   Princípios ativos: Mistério, Drama, Adolescete, Segredos, Tragédias.



Perfeitas, de Sara Shepard.

No começo de Perfeitas, temos aquele prólogo contando uma parte do passado das meninas(uma parte muito importante), mas essa importância só é revelada conforme a história passa.
Voltando ao presente. Spencer, depois de ter roubado o antigo trabalho de economia de Melissa, descobre que é uma finalista na Premiação da Orquídea Dourada, e seus pais estão super animados para vê-la ganhando o maravilhoso prêmio. Aria ainda mantém certo amor pelo seu professor e ao mesmo tempo começa a se envolver com Sean, antigo namorado de Hanna. Esta tenta reconquistar a amizade de Mona depois de ter pisado na bola, ao mesmo tempo em que ela conhece Lucas, com quem começa a desenvolver um relacionamento interessante. Emily ainda encontra Maya às escuras e se sente culpada pela morte Toby. Ela sofre depois que todos descobrem que ela é gay.
Depois da morte de Alison, muitas investigações foram feitas. Quando acham o vídeo que as meninas fizeram, ele acaba indo parar nas televisões e as meninas caem em nostalgia. Aria começa a ligar os pontos depois de ver o mesmo vídeo, e acaba descobrindo um segredinho que Ali escondia delas. Já Spencer começa a ter visões de seu passado, coisas que envolvem o dia da suposta morte de Alison e sua nova terapeuta tenta ajudá-la. Hanna cai em outra armadilha de “A”. E Emily é forçada, pelos próprios pais a tomar uma decisão em sua vida .
E até que em fim Hanna descobre quem é a “A”, mas acaba sofrendo um acidente que deixa todas as meninas mais unidas, e elas quase voltam a ser amigas novamente.

Esse livro foi, sem dúvida, um dos melhores da série até agora, óbvio que a autora manteve o ritmo de escrita, mas foi muito eletrizante no final, e a leitura do livro continua bem gostosa de se ler e bem viciante. Ainda tem segredos que ainda não foram revelados, o que deixa o leitor muito mais ansioso.
As meninas aprenderam muito nesse livro, cada uma evoluiu a sua maneira, embora algumas não tenham acordado tanto para vida quanto outras, mas foi legal ver o lado sensível de algumas e ver, também, o lado forte e destemido de outras. E, como sempre, a edição da Rocco está excelente e a capa dessa vez é a Aria. Recomendo!

Resenhado por [Luana Beltramini Vilela].

312 páginas, Editora Rocco, publicado em 2011.
*Título Original: Perfect.
Tradução: Fal Azevedo

Deixe um comentário

top