Nota do resenhista: A verdadeira batalha é interior, enquanto o poder de escolha é mais forte e se torna mais urgente. A proximidade do inimigo faz com que os tigres e a garota se unam mais uma vez para lutar juntos. Novas aventuras, perigos e desafios maiores parecem não ser páreo para os três. Quando o tempo está prestes a se esgotar, outro segredo é desvendado. Mas o final está bem longe de ser o esperado.




   Tempo: Para ler de um tiro só no fim de semana

   Finalidade: Para ficar na ponta da cadeira

   Restrição: Para quem não gosta de perder tempo com longas descrições.

   Princípios ativos: Tigres, Maldição, Mitologia indiana, História, Aventura



A viagem do tigre, de Colleen Houck

Kelsey nunca se sentiu tão péssima. Eles conseguiram resgatar Ren, mas a um alto preço: ele não lembra dela. De todas as situações que eles viveram, ele lembra que passou por aquilo, mas não lembra de sua presença. Seu toque causa dor a ele. Kisham, Sr. Kadam, Nilima, todos tentam ajudar, tentam fazer Ren lembrar, mas isso começa a irritá-lo. E Kelsey se entristece cada vez mais. Mesmo assim, eles continuam correndo para decifrar a profecia e quebrar a maldição. Kisham se torna uma companhia constante para ela, ao mesmo tempo em que Ren tenta não evitá-la. O relacionamento dos dois progride a um ponto, ao mesmo tempo em que eles descobrem o próximo passo. Assim, os três embarcam em uma viagem louca atrás do colar da deusa Durga. Lokesh está cada vez mais perto, os perigos são maiores, e fazem com que Kelsey tenha que decidir de uma vez por todas a quem realmente pertence seu coração.

Mais um livro de tirar o fôlego. Quando o leitor pensa que já viu de tudo, aparece uma nova situação, existe um novo perigo para ser enfrentado. Particularmente, adorei esse livro por causa dos dragões (o tempo todo fiquei imaginando cada um deles, adoro dragões). Os tigres estão cada vez mais ansiosos e, de certa forma, mais ferozes. Adorei cada pedaço da aventura, e de novo, o final não foi o que eu previ. Continuo impressionada com a forma que Colleen Houck consegue falar de mitologia e história, intercalando ambas com o enredo em si do livro. Ansiosa pelo quarto livro.

Resenhado por Natallie Alcantara

*Título original: Tiger’s voyage.
496 páginas, Editora Arqueiro, publicado em 2012.