Leandro e Carol são filhos do mesmo casal, ela foi gerada e ele foi adotado, mas o amor é o mesmo, eles são como se fossem irmãos, ou será que são irmãos de verdade? Esse pequeno detalhe passa a fazer toda a diferença quando os dois se vêem apaixonados. E mais do que lutar contra os amigos, a família e as fofocas, eles precisam enfrentar as próprias consciências nesse Romeu e Julieta as avessas.

Citação famosa: “Pequenina e frágil, aguardo por vossa caridade, estrelinhas. Se uma de vós se apaixonasse pelo Sol, meentenderia”.

Porque ler: É um livro nacional, e você vai pensar que está lendo um livro de poesias e terá cidades como Búzios, Teresópolis e Florianópolis de plano de fundo.

Mariana Arantes, resenhista do Clube do Livro

Todas as Estrelas do CéuTodas as Estrelas do Céu
Enderson Rafael

Podem dois irmãos adotivos se apaixonarem um pelo outro?

Caroline e Leandro são dois adolescentes de uma bem resolvida família de classe média, ele adotado, ela filha biológica do casal Marco e Lúcia. Diante dos conflitos da adolescência, do colégio, do vestibular, ambos se vêem diante de mais um dilema: um amor impossível e todas as consequências da busca pela felicidade ao lado da pessoa amada. O desafio dos dois em entenderem o que passa consigo mesmo, em enfrentar os pais, a sociedade e sua própia consciência é exposta neste romance honesto, ágil e de final surpreendente.

“Todas as estrelas do céu”. Uma obra polêmica e doce ao mesmo tempo, com um tema inusitado, falado de igual para igual com os jovens ou mesmo para quem já passou da adolescência.