Voltando aos lançamentos de outubro, aqui estão as apostas da Editora Objetiva  para o fim do mês.

Confira as sinopses e informações adicionais abaixo:

ALEM_DA_CONQUISTA__Além da Conquista
Scott Wallace

Dez anos atrás, Scott Wallace surpreendeu o mundo com seu relato em primeira mão, publicado pela National Geographic, sobre a existência de tribos isoladas na floresta Amazônica. Em Além da conquista, Wallace relata essa extraordinária jornada no território indígena do vale do Javari em busca dos misteriosos flecheiros – uma tribo raramente avistada e conhecida por afastar todos os invasores com uma chuva de flechas mortais. À frente da expedição de 34 homens está o sertanista veterano Sydney Possuelo, o carismático fundador da Coordenação Geral de Índios Isolados, um departamento da FUNAI, responsável por proteger as últimas tribos isoladas das doenças e da violência trazidas pela sociedade. Mas, para proteger a tribo, Possuelo precisa de informações que só podem ser coletadas entrando no submundo da floresta, lugar de permanente penumbra. O perigo acompanha a expedição a cada passo enquanto Possuelo e sua equipe, ao mesmo tempo, procuram pelos flecheiros e tentam evitar contato com eles. Rico em detalhes sobre a conturbada história da Amazônia e apresentando um elenco de personagens inesquecíveis — todos conduzidos pela paixão por preservar a natureza —, Além da conquista revela esse crítico campo de batalha na forma de uma cativante aventura.

Informações adicionais
Edição: 1
Editora: Objetiva
Ano: 2013
Páginas: 528
Tradutor: Daniel Estill

Links
Skoob

MORTE_E_VIDA_NO_K2_1381536232P

Morte e Vida no K2
Graham Bowley

Com seu formato quase perfeito de pirâmide, o K2 – a segunda maior montanha do mundo, cerca de 240 metros mais baixa que o legendário Everest – seduz alpinistas há décadas. Em 2008, perto do fim de uma breve temporada de escalada, tornada ainda mais curta devido ao mau tempo, dez equipes internacionais – algumas experientes, outras menos preparadas – lotavam os declives perigosos da montanha com seus xerpas e carregadores esperando para subir. No dia 1º de agosto, um grupo de experientes alpinistas ergue os braços em comemoração. Tinha acabado de se juntar à elite que já conquistou a mais perigosa montanha do mundo. Enquanto comemoram, um imenso bloco de gelo cai logo abaixo deles e arrasta as cordas fixas. Ainda não sabem, mas serão obrigados a descer na escuridão e sem o apoio das cordas. Dos trinta que partiram, 11 jamais retornarão. Com um estilo emocionante, Graham Bowley narra toda a tensão e tragédia daquele dia fatídico – histórias de coragem humana, insensatez, sobrevivência e perda devastadora – e nos coloca no interior das mentes daqueles que estavam dispostos a arriscar tudo em busca de uma das realizações máximas do alpinismo. O que os levou a tentar conquistar esse pico? E o que deu errado? Baseado em exaustivas entrevistas com os alpinistas sobreviventes, xerpas, carregadores e familiares e amigos dos falecidos, Morte e vida no K2 é o incrível relato de um dos maiores desastres da história do montanhismo.

Informações adicionais
Edição: 1
Editora: Objetiva
Ano: 2013
Páginas: 256
Tradutor: Carlos Leite da Silva

Links
Skoob

A_ANATOMIA_DA_INFLUENCIA__1381372921P

A Anatomia da Influência
Harold Bloom

A anatomia da influência pretende ser o legado de Harold Bloom sobre a criação literária. Desde que publicou A angústia da influência, nos anos 1970, o conceito da influência literária tornou-se a verdadeira obsessão de seu trabalho. Nele, o crítico literário contemporâneo mais reconhecido da atualidade jogava por terra décadas de ideias preconcebidas ao mostrar que as grandes obras da literatura não surgem completamente formadas, mas por meio de um processo de intensa luta com aquelas que as precederam. Ampliando e revisando sua análise anterior para as novas gerações de leitores, o autor apresenta sua mais ambiciosa e acessível análise sobre por que esta feroz competição fornece a chave para a compreensão e apreciação da literatura. O que significa um poema, por que ele é importante e se merece ou não ser incluído no cânone da literatura são perguntas que só podem ser respondidas se investigarmos como a obra superou ou não os seus rivais. Em A anatomia da influência, Bloom constrói um texto perfeito – o seu “canto do cisne”, como ele mesmo definiu – que é ao mesmo tempo uma coleção de ensaios, uma autobiografia literária e um convite para o corpo a corpo com os mestres do nosso pensamento. De Milton a Paul Valéry, de Shelley a Leopardi, de Lucrezio a Eliot, de Dante a Shakespeare e Whitman, uma vertiginosa e personalíssima investigação do cânone poético ocidental.

Informações adicionais
Edição: 1
Editora: Objetiva
Ano: 2013
Páginas: 456
Tradutor: Renata Telles, Ivo Korytowski

Links
Skoob