Homeland 2De início, você poderia pensar que o título deste post está errado, mas, com certeza, não está. Estamos tão habituados com as adaptações de livros para o cinema ou televisão que esse caminho (livro/cinema/TV) virou quase uma regra para os best sellers. Sendo assim, aqueles que seguem a ordem contrária (TV/cinema/livro) nos parece inusitado, como um carro na contramão. E isso não que dizer que esses livros, “filhos” da dramaturgia, estejam escondidos ou ultrapassados, pelo contrário, eles são bem atuais e suas séries concorrem aos principais prêmios do Emmy 2013. Quer saber quais são?

Primeiro, concorrendo a doze prêmios, incluindo os de melhor série dramática, melhor atriz e melhor ator, a série de TV Downton Abbey, que inspirou a publicação de O mundo de Downton Abbey, guia oficial das duas primeiras temporadas, publicado no Brasil pela Editora Intrínseca. Depois, concorrendo ao mesmo número de prêmios, Homeland. O programa deu origem ao livro Homeland: Carrie’s Run, romance sobre a vida errática da agente da CIA Carrie Mathison antes de sua aparição na primeira temporada. O lançamento está previsto para setembro nos Estados Unidos, ainda sem data no Brasil.

Podemos ainda citar a série americana Girls, que concorre aos troféus de melhor série de comédia e melhor atriz em série de comédia para Lena Dunham, roteirista, criadora e estrela do programa. No livro de ensaios Not That Kind of Girl: A Young Woman Tells You What She’s Learned, que será publicado no Brasil pela Intrínseca (ainda sem previsão de data), Lena reúne seus conselhos “francos e engraçados sobre tudo, desde sexo até alimentação, incluindo viagens e trabalho”.

O Mundo de Downton Abbey

Confira a lista de indicações de Downton Abbey e Homeland ao Emmy 2013:

Downton Abbey

Melhor série dramática
Melhor ator em série dramática: Hugh Bonneville
Melhor atriz em série dramática: Michelle Dockery
Melhor ator coadjuvante em série dramática: Jim Carter
Melhor atriz coadjuvante em série dramática: Maggie Smith
Melhor roteiro em série dramática: Julian Fellowes
Melhor direção em série dramática: Jeremy Webb
Melhor direção de arte (câmera única): Donal Woods, Mark Kebby e Gina Cromwell
Melhor elenco em série dramática: Jill Trevellick
Melhor figurino: Caroline McCall e Dulcie Scott
Melhor penteado (câmera única): Magi Vaughan e Vanya Pell
Melhor trilha sonora original de série dramática: John Lunn

Homeland

Melhor série dramática
Melhor ator em série dramática: Damian Lewis
Melhor atriz em série dramática: Claire Danes
Melhor atriz coadjuvante em série dramática: Morena Baccarin
Melhor ator coadjuvante em série dramática: Mandy Patinkin
Melhor roteiro em série dramática: Henry Bromell
Melhor elenco em série dramática
Melhor fotografia (câmera única)
Melhor mixagem de som para séries de comédia ou drama
Melhor ator convidado em série dramática: Rupert Friend
Melhor direção em série dramática: Lesli Linka Glatter
Melhor programa interativo

Fonte: Intrínseca